Pós-lipoaspiração: o cuidado deve ser ainda maior

Para que os resultados da lipoaspiração sejam excelentes, os cuidados com o pós-operatório devem ser redobrados, uma vez que o tratamento ainda continua com o fim do ato cirúrgico. É fundamental seguir à risca as recomendações médicas, pois os cuidados na pós-lipoaspiração limitam o dia-a-dia do paciente e, nos dias de hoje, são poucas as pessoas que podem se afastar de suas atividades/responsabilidades por um extenso período de tempo. Por isso, a clínica Julio César Yoshimura levantou alguns passos que devem ser tomados para que o pós-operatório corra tranquilo e seguro. Veja só.

1 – REPOUSO

Ao receber a alta médica, o paciente não deve permanecer em repouso total (confinado todo o tempo a cama). Pelo contrário. É recomendado, nos primeiros dias, que se caminhe em sua residência ou até mesmo realize pequenas atividades do dia-a-dia, desde que se sinta confortável ao realizá-las. Por exemplo: jantar à mesa, receber visitas. “Essas leves atividade evitam complicações, como trombose” explica o Dr. Julio César Yoshimura.

2 – CINTA MODELADORA PARA A REGIÃO OPERADA

A cinta tem função de moldar a pele ao novo contorno corporal, além controlar o edema e prevenir a acumulação de líquidos na área tratada. O período de uso da cinta pode variar entre 1 a 6 meses, dependendo da cicatrização e da flacidez da pele de cada paciente. O uso dela é ininterrupto, retirando-a apenas na hora de tomar banho. Existem vários modelos de cinta modeladora no mercado, podendo ser encontrada em lojas de produtos ortopédicos e até mesmo em loja de lingerie. O ideal é que ela seja confortável ao paciente.

3 – DRENAGEM LINFÁTICA

A drenagem é parte essencial do tratamento cirúrgico, podendo ser iniciada entre 5 a 10 dias pós-operatório. Durante o período desse tratamento, o Dr. Julio César Yoshimura, em integração total com a fisioterapeuta ou esteticista, acompanhará toda a evolução, avaliando, assim, se será necessário algum outro procedimento ou até mesmo mais sessões. Tudo para otimizar a recuperação com segurança. Vale ressaltar que a drenagem linfática não precisa ficar restrita a área operada. Ela pode ser aplicada em todo corpo para estimular a circulação.

4 – Alimentação

A alimentação é outro aspecto importantíssimo no pós-operatório. O paciente deve adotar uma dieta consolidada de forma a manter uma nutrição balanceada e nutritiva. Nos primeiros dias, a ingestão de alimentos não pode ser muito restrita.

Você pode consumir alimentos ricos em proteína, além de frutas, verduras, legumes e alimentos ricos em ferro, que ajudam na reposição da perda de sangue. Uma alimentação equilibrada contribui para a diminuição do inchaço, melhora de atividade intestinal e mais disposição. Procure também ingerir no mínimo 8 copos de água por dia. Passado o estágio inicial, muito cuidado com a alimentação. Algumas pessoas voltam aos abusos, colocando em risco todo resultado da cirurgia.

5 – Retorno às atividades físicas

Passado o tempo de repouso, o retorno às atividades físicas melhora ainda mais os resultados da cirurgia. O tempo médio de retorno varia de acordo com a região do corpo operada e volume de gordura retirada. Cada pessoa tem um tempo de resposta ao procedimento. O retorno ao trabalho pode acontecer do quinto a oitavo dia. Já a realização de atividade mais intensas precisa ser evitada nos primeiros trinta dias após a cirurgia.

Esses foram alguns dos pontos que consideramos mais relevantes na pós-lipoaspiração. Existem outros, tais como curativo, retirada de pontos e exposição ao sol. Esperamos que essas informações contribuam para expandir o seu conhecimento a respeito do tema. Caso tenha mais dúvidas, fique à vontade para agendar uma consulta. Será um prazer receber você em nosso consultório.

Dr. Júlio César Yoshimura :