Microlipoaspiração de bochecha

A estrutura anatômica da face se dá basicamente pela composição entre a arquitetura óssea e a sua cobertura, que é a pele , tecido gorduroso e cadeia de músculos faciais. Uma harmonia entre todos estes componentes é a regra para uma estética facial privilegiada e qualquer falta ou excesso de tecido em determinadas áreas, pode provocar o desejo de uma melhora em qualquer mortal.

O acúmulo de gordura localizada nas regiões inferiores da face e abaixo do queixo proporciona uma face cheia e arredondada, com pouca definição do ângulo da mandíbula e contorno cervical. Estas características compõem um aspecto estético de uma pessoa mais “gordinha, e este efeito pode ocorrer até mesmo em pessoas magras. Neste caso, o único tratamento eficaz e definitivo é a lipoaspiração, que pode ser realizada com o paciente acordado, utilizando-se somente anestesia local. Trata-se de um procedimento de baixa agressividade pois é realizado com microcânulas, que são de pequeno tamanho e a quantidade de gordura retirada é pequena. Mas, pode ser realizado também com sedação, ou até mesmo anestesia geral, se for a preferência do paciente.

A lipoaspiração é o procedimento que promove a retirada de células gordurosas e esta indicada nestes casos, em que o acúmulo de gordura localizada ocorre de maneira excessiva, proporcionando uma face gorda. Pode ser realizada nas porções medianas e inferiores da face e pescoço, permitindo ao cirurgião esculpir um rosto mais magro e harmônico com os conceitos estéticos de beleza.

Trata-se de uma cirurgia que pode trazer excelentes resultados, quando bem indicada e executada por cirurgiões plásticos capacitados, por isto vemos um aumento de sua visibilidade na mídia. Uma formação específica em cirurgia plástica, com conhecimentos profundos sobre a anatômia facial, deve ser a regra para a escolha do profissional que irá realizar este procedimento.
A parceria que deu certo

Muitas pessoas têm buscado profissionais da saúde com o objetivo de aumentar o volume de seus lábios com ácido hialurônico. Mesmo após esse procedimento muitas continuam insatisfeitas com o contorno lábial ou até mesmo com o formato indefinido dos lábios.

Percebendo esta insatisfação, o dr. Júlio fez uma parceria com a micropigmentadora cris martins, afim de complementar a revitalização dos lábios em suas pacientes.

De 2 a 3 semanas depois da aplicação do ácido hialurônico, a técnica de micropigmentação labial é feita. Essa técnica tem como finalidade definir o contorno labial, ressaltando o preenchimento dos lábios, de forma natural, pois atinge somente as primeiras camadas da pele. Tem durabilidade de 2 a 3 anos, dependendo do organismo de cada pessoa.

Além disso, a micropigmentação labial tem sido utilizada para atenuar os sinais de envelhecimento que acarretam em perda de definição do contorno labial, atrofia do volume e vivacidade da coloração.

A micropigmentação labial se assemelha muito a de sobrancelhas, porém utiliza pigmentos com tons avermelhados ou rosa, aproximando-se dos tons naturais de cada um. Há quem goste de realçar essa coloração, o que acaba dispensando o uso do batom.

Dr. Júlio César Yoshimura :